Você quer encontrar um par perfeito para você? Parte II

Continuando o post anterior.

Esse mesmo mecanismo serve para qualquer outro aspecto da vida e o vemos muito claramente no sistema de crenças financeiras, por exemplo. Elas vão definir, exatamente como faz um termostato, o nível de prosperidade financeira que a pessoa alcançará na vida com o seu sistema de crenças. Falo sobre isso no Site www.aprosperidadeeparatodos.com.br.

O que se pode fazer para romper com esse sistema perverso e livrar-se dele?

Minha primeira e mais importante sugestão: responsabilize-se por você. Entenda que não é o outro que tem a chave para suprir suas necessidades. Recolha as chaves tomando-as em suas mãos e não abra mão delas.

O que isso significa?

Seja a pessoa que nutre a você mesmo. Entenda quais são as suas necessidades, dê nome a elas, observe-se e veja em que situações elas aparecem. Encontre a forma de supri-la. Por exemplo:

– “Eu gostaria muito de ter alguém que cuidasse de mim, que me ouvisse, que me respeitasse, que se interessasse por mim”.

Qual é a necessidade? “Eu quero ser cuidado(a) o tempo todo”, percebo que sinto isso quando estou estressado ou quando fico doente, ou quando recebo más notícias.

Forma de suprir: “Sinto que estou estressado(a), isso me deixa carente. Vou cuidar de buscar maneiras de administrar o estresse na minha vida, reduzi-lo o quanto for possível e necessário (uma dose de estresse é positiva). Vou cuidar de mim limitando minha carga de trabalho, fazendo atividades físicas, me alimentando melhor, desfrutando a companhia de pessoas de quem eu gosto e me fazem bem. Percebo que me sinto bem quando minha presença faz bem as pessoas que estão a minha volta, quero contribuir mais com as pessoas.

Busque a harmonia interna. Se você fica dialogando internamente com você mesmo numa briga eterna, terá muitas dificuldades de saber o que realmente quer. Se ficar se criticando, se comparando, enfatizando tudo o que lhe falta, desconectado das demais pessoas, insensível a necessidade vital de experimentar um estado de paz interna ao menos algum tempo de cada dia, você expressará essa tensão no ambiente do qual você faz parte. Isso não ajuda no seu objetivo de ter bons encontros na vida. Ainda que isso parece surreal, você vai acabar se sentindo confortável convivendo com pessoas que estão vibrando neste mesmo tipo de energia e fazem esse mesmo processo consigo mesmas de criticas e julgamentos. Pessoas que vão fortalecer seu sistema de crenças desfuncionais.

Descubra as suas reais motivações de vida. Encontrar uma pessoa tão bacana quanto você para compartilhar a vida é um desejo muito bonito e louvável, comecei concordando com isso. Mas pense um pouco e responda. Você realmente acredita que veio a esse mundo para encontrar uma pessoa, viver para ela e ela para você até morrer? Você acredita que veio esse mundo para ter uma relação amorosa feliz? Você acredita que essa é a motivação para estar aqui? Se a resposta for sim, tudo bem. Seu sistema de crença deve ser respeitado, se ele está fazendo você viver bem, está tudo certo.

Para você que respondeu que não ou não tem certeza, quem sabe poderia me acompanhar na suposição de que talvez estejamos aqui para muitas coisas mais e que estas coisas se condensam na ideia que estamos aqui porque já surgimos com um valor em nós mesmos. Podemos pensar que a jornada vai proporcionar muitos aprendizados que serão provocados nas diversas relações interpessoais. E, que elas vão fazer com que cada pessoa da relação conheça melhor a si mesma e no processo de se conhecer vão, por caminhos dos mais diversos, se encontrando conscientemente com quem são na sua essência e produzindo uma série de novos aprendizados compartilhados que interligam toda uma rede do conhecimentos que geram ou descortinam a Sabedoria. Cada um dos papéis sociais que se experimenta, cada uma das fases do amadurecimento estão nos levando a encontrar um EU que tem oportunidade de aprender constantemente a se cuidar com carinho, com respeito, abrir mão do que gera adoecimento e dor e replicar os aprendizados na troca dos relacionamentos.

Continue lendo no no próximo post, clique aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://ednacassiano.com.br/wp-content/uploads/2016/12/woman.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 550px;}